Cavalo Marinho

cavalo-marinho

Por muitos e muitos séculos, diversas pessoas tem se cativado por um estranho charme, ridículo, porém engraçado, dos Cavalos Marinhos. Cientistas, leigos e aquaristas são igualmente fascinados por estas agradáveis criaturas. Suas poucas qualidades convenientes tem feito dos Cavalos Marinhos o mais popular de todos os peixes marinhos.
A identificação deste animal como um peixe não fica muito bem compreendida quando mentalizamos por instantes a forma de um peixe comum, estudos demonstram que cavalo marinho é realmente um peixe, mas é difícil associarmos a palavra “peixe” com o cavalo marinho, Por exemplo, em alguns dicionários de nossa língua a definição para peixe é: Animal vertebrado aquático que respira por guelras o qual possui nadadeiras e escamas. Tendo em mente esta definição, teria você mentalizado um Cavalo Marinho? A partir destes princípios talvez seja muito comum defini-lo com qualquer outro ser, menos um peixe.
Se pararmos para refletir sobre a definição de Cavalo Marinho como peixe, poderemos esclarecer que, talvez, os únicos traços que o denuncie como um peixe sejam as brânquias (responsáveis pela respiração embaixo d’água), as nadadeiras laterais e dorsal e por fim o fato de viverem totalmente submersos na água por toda sua vida.

A popularidade dos Cavalos marinhos não é surpresa quando consideramos alguns itens especiais: é de fato um peixe, com cabeça de cavalo, habilidades de mudança de cor como um camaleão, uma cauda preensil como a de um macaco, um corpo duro como o de um tatu, com uma bolsa de canguru e olhos como os de um lagarto. Julgando-se pela sua aparência, deu-se a idéia que a natureza reuniu todos estes animais em um só ser, o qual foi denominado Cavalo Marinho.
Devido a esta bizarra anatomia, estes animais são mestres em prender a atenção de pessoas de qualquer faixa etária, as pessoas ficam paralisadas e boquiabertas quando ficam frente a frente com estes animais em algum aquário público ou até mesmo em lojas especializadas no comércio de animais aquáticos. No primeiro encontro entre seres humanos e estas agradáveis criaturas, a primeira reação é a de estar vendo algo que achavam não existir, poucos minutos depois são chamados de frágeis, meigos e maravilhosos.
Nos dias de hoje, existem pessoas firmemente convencidas de que os Cavalos Marinhos só existem no reino da Mitologia ao lado de Sereias e serpentes ou até mesmo guardiões de Netuno, Deus dos Mares da Mitologia grega. A partir dos gregos surgiu o primeiro nome para estes animais: Hippocampus, que quer dizer em grego Hippos = cavalo e Kampe = lagarto, para os antigos gregos este nome tinha um significado assombroso como Monstro Marinho. Portanto um animal que combina toda esta bizarra anatomia não poderia escapar das lendas.

Desde a época de Cristo a fama dos Cavalos Marinhos já se alastrava no mundo antigo graças aos ensinamentos de Plínio, naturalista e comandante militar do Império Romano. Segundo ele, as cinzas deste animal, quando incinerado, era capaz de combater a calvície, as febres, as erupções da pele (Lepra) e a morte de mordidos por cão raivoso. Para os antigos gregos, o animal representava um veneno fulminante, desde que embebidos em vinho. Por outro lado, era também um excelente antídoto para outros venenos, mas estes deviam ser engolidos com vinagre e mel ou misturados com piche.
Estudiosos medievais, a séculos atras, estavam contentes em discutir as possíveis curas farmacêuticas dos cavalos-marinhos, porém viam-se muito confusos quanto a taxonomia destes animais, eles estavam confundindo o original Hippocampus sp. com um misterioso “Monstro Marinho” da poesia clássica Grega devido a vários nomes e sinônimos dado aos animais. Após varias confusões e contradições chegaram ao aparecimento de “Equus Marinus” de Von Cube.
No atlas Zoológico (publicado perto dos anos 1500), os cavalos marinhos foram chamados de “Zidrach”, mas nas edições mais recentes e atualizadas daquela época eram encontrados pelos dois nomes. Por pior que seja, outros estudiosos ou autores do mesmo atlas estavam confundindo estes dois nomes com um peixe muito conhecido hoje em dia os quais são as Rêmoras.
Assim, um animal tão insólito e inusitado não poderia ser enquadrado na zoologia como um animal qualquer. Devido a sua estrutura óssea, mais uma vez podemos notar uma pequena semelhança com os artrópodes (insetos, crustáceos, aracnídeos, etc…), caracterizados por suas carapaças articuladas que funcionam como um esqueleto externo, sustentando internamente os músculos e outros órgãos. Nisso eles diferem dos outros animais vertebrados, cujo esqueleto fica envolvido por uma espessa camada de músculos e gordura.

Nome Científico: (variedades mais comuns) Syngnathidae
Hippocampus Kuda

Origem: Oceano Atlântico e Pacífico

Alimentação: Eles são monofágicos, ou seja alimentam-se somente de pequenos crustáceos.

Comportamento: Na natureza ficam presos à corais e gorgônias com suas caudas. Somente nadam em busca de alimento quando há falta deste. Adaptam-se bem em aquários comunitários com outros peixes pequenos e lentos, mas não deverá ser colocado em aquário com invertebrados. (alguns invertebrados o atacam e outros são atacados pelo cavalo-marinho)

Tags:,

8 Respostas

  1. Maza Ferreira disse:

    Visitei um aquário de Cavalos Marinhos em Porto de Galinhas – PE, e fiquei hipnotizada…eles estranhos, belos, misteriosos…não sei ao certo…durante a visita fui informada que o macho quem procria, fica grávido, achei fantáticos…acho que os homens poderiam ser mais parecidos com os Cavalos Marinhos!!!

    Abs!

    Maza Ferreira
    São Paulo – SP

  2. victória disse:

    Acho criaturas fantasticas!podem viver perto das maiores algas do mundo(essas algas podem ser meio venenosas)e eu já sabia que o macho que engravida(na verdade a fêmea tem os ovos e os coloca na bolsa de canguru do macho)legal!

  3. agata disse:

    eu queria saber por que os machos e nao as femias fican carregando os filhotes na barriga

  4. agata disse:

    porque esses animais sao chamados de hoppocanp

  5. camila disse:

    eu fugi da minha casa e descobri que isso e verdade

  6. amanda disse:

    eu jà visitei varios parque aquaticos e todos os animais de là eram lindos mais nenhum è tão lindo quanto o cavalo marinho

  7. hafsd disse:

    acho super legal

  8. vitoria disse:

    muito interesante isso sobre…o cavalo marinho…gostei dessa pesquisa…
    super bacana
    :) rsrsrsrs

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.