Tamanduá-bandeira

tamandua-bandeira

Com certeza hoje já se perguntou: “- Como pode um tamanduá tão grande poder se alimentar de uma formiga?”

O tamanduá-bandeira (seu nome científico é Myrmecophaga tridactyla) é um mamífero xenartro da família dos mirmecofagídeos, encontrado nas Américas Central e do Sul que infelizmente está ameaçado de extinção.

Sua pelagem é cinza com uma diagonal preta bordejada de branco, estendendo-se até o peito, sobre os ombros em direção às costas. O adulto pesa aproximadamente de 16 a 40 Kg. Sua cauda é um tufo comprido e com muito pelos, seu focinho é longo e cilíndrico, tem as patas providas de longas garras e sua língua mede de 30 a 40 cm, que serve para capturar seu alimento.

Alimenta-se de formigas e cupins (ovos, lagartas e adultos), capturados pela língua comprida e aderente. Também é conhecido pelos nomes de iurumi, jurumim, tamanduá-açu e tamanduá-cavalo.

Nome científico: Myrmecophaga tridactyla.

Nome em inglês: Giani Anteater.

Família: Myrmecophagidae.

Habitat: Campos, florestas.

Distribuição geográfica: Belize, Guatemala até a América do sul (Equador, Colômbia, Venezuela, Bolívia, Paraguai, Argentina, Uruguai e Brasil).

Gestação: Aproximadamente 190 dias.

Número de filhotes: 01.

Curiosidades: Sua marcha é vagarosa, dificultada pelas garras que são voltadas para dentro, evitando o desgaste das unhas no contato com o solo, pois é com elas que escava os formigueiros e rompe os duríssimos cupinzeiros.

Fonte: www.viaje.curitiba.pr.gov.br / Wikipédia

3 Respostas

  1. antonio lazaro valriani marqes disse:

    desejo receber um e mail do assunto tamandua-bandeira

  2. antonio lazaro valriani marqes disse:

    para meu arquivo desejo rec eber uma copia do assunto tamandua-bandeira

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.