Diversas espécies de baratas… Veja

capa_barata

Sim, sabemos que ao ler esse artigo você ficará com arrepios e mais arrepios, mas não precisa ficar com nojo e nem “aflição” apenas fique por dentro de algumas espécies (sim, existem várias!).

Aqui estão algumas…

 

 

 

 

Barata americana:

A barata-americana (Periplaneta americana) é uma espécie de barata grande, dotada de asas e geralmente tendo o tamanho entre 2,5 cm a 4 cm. É bem comum no Brasil, nos estados do sul dos Estados Unidos, e em países de clima tropical. Pode ser achada em diversos lugares do mundo, devido ao fato de ser transportada acidentalmente em viagens de comércio. Por conta disso é considerada uma espécie cosmopolita.
O inseto é geralmente considerado como peste, já que invade casas para viver e comer.

 

Barata D’Água:

Apesar do seu nome vulgar, não são baratas, no sentido estrito, são na verdade grandes “barbeiros” aquáticos, sendo também conhecidos pelos nomes de arauembóia, bota-mesa, pica-dedo e escorpião-d’água.
Para conseguirem comer as suas presas, as baratas d’água agarram as suas “vítimas” com as patas dianteiras e injetam uma poderosa saliva digestiva que dissolve o interior da sua presa. Costumam se alimentar de caramujos, lesmas, girinos, salamandras, pequenos peixes e outros insetos, sugando seus líquidos orgânicos.

 

Barata verde:

As baratas do gênero Panchlora, comumente chamadas de baratas verdes, baratas cubanas ou baratas da banana são conhecidas por sua cor esverdeada, o que se torna único entre todas as baratas. Os indivíduos jovens, porém podem assumir cores pardas. São baratas com ampla distribuição nas Américas inclusive aqui no Brasil.

 

Barata besouro:

Uma grande parte das baratas costumam imitar besouros. Alguns gêneros de baratas (e não são poucas) são muito semelhantes a joaninhas e outros besouros crisomelideos como as Prosoplecta e as Phoraspsis. Algumas se assemelham tanto que podem até nos enganar. São conhecidas como baratas besouros, mas de besouro só tem a cara!

 

Barata rinoceronte:

Algumas espécies de baratas ostentam chifres e crenulações no pronoto (aquela placa da região dorsal da barata que encobre parcialmente ou totalmente a cabeça). A mais conhecida é a barata rinoceronte Macropanesthia rhinoceros. Somente os machos destas baratas usam as crenulações para brigarem nas disputas por fêmeas.

 

Baratas cascudas:

Algumas baratas são realmente grandes. Um exemplo são as baratas do gênero Blaberus, chamadas de baratas cascudas que costumam ser utilizadas como bichinhos de estimações e ás vezes alimento para outros animais! São conhecidas pelo seu tamanho extremo podendo chegar até 8cm.

 

Barata trilobita:

Estas baratas conhecidas como “baratas trilobitas” são espécies que se enterram na areia. Algumas ficam tanto na areia que os sedimentos chegam a ficar incrustados em seu exoesqueleto. Um exemplo é o gênero Calolampra e Polyzosteria.

 

 

Barata bombardeio:

A espécie do gênero Platyzosteria encontrada na Austrália, possui um comportamento de defesa semelhante ao besouro bombardeio. Quando ameaçada, ela empina o abdômen para cima e espirra uma substância cáustica que se atingir as mucosas pode causar até cegueira temporária.

 

 

 

Fonte: Diário de Biologia / Google

One Response

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.