Cartão de Memória

Cartão-de-Memória

Cartão de memória ou cartão de memória flash é um dispositivo de armazenamento de dados baseados na tecnologia Flash, um tipo de memória baseado no EEPROM (Electrically-Erasable Programmable Read Only Memory) desenvolvido pela Toshiba nos anos 1980. Os chips de memória Flash são parecidos com a memória RAM (Random Access Memory) usada nos computadores, porém suas propriedades fazem com que os dados não sejam perdidos quando não há mais fornecimento de energia (por exemplo, quando a bateria acaba ou o dispositivo é desligado).

Amplamente utilizado em câmeras fotográficas digitais, filmadoras digitais, videogames de mesa e portáteis, celulares, Palms, PDAs, MP3 Players, PCs e diversos outros aparelhos eletrônicos, oferecem grande capacidade de regravação, não utilizam energia para transferir ou armazenar dados, são extremamente portáteis e contam com ótima durabilidade.

Como a tecnologia flash utiliza semicondutores, os cartões de memória são dispositivos únicos que não precisam de várias peças, eliminando assim qualquer problema mecânico. Juntando isso a recursos de proteção, como ECC (Error Correction Code), Magic Gate nos Memory Stick e Content Protection for Recordable Media (Proteção de Conteúdo para Mídia Gravável) no cartão SD, a memória Flash evolui muito tornando-se amplamente confiável.

Existem muitos tipos diferentes de cartão de memória, assim como várias utilizações para os mesmos, sendo as mais comuns em câmeras fotográficas digitais, celulares e videogames. Um dos primeiros formatos de cartão de memória comercial foi o PC card (PCMCIA) a serem lançados nos anos 90.

Atualmente, são apenas utilizados com aplicações industriais. Ainda nos anos 90, vários outros cartões de memória foram lançados. Menores que o PC card, iniciaram a tendência de maior portabilidade e maior capacidade. O CompactFlash, SmartMedia, e Miniature Card estão entre eles. Pequenos cartões de memória começaram a vir dentro dos celulares (SID) e os videogames passaram a salvar os dados dos jogos em cartões de memória que o público conhecia pelo nome em inglês, memory card.

PCCard-ExpressCardmemory-card-ps2

o PC card e o Memory Card do Playstation 2

Do final dos anos 90 até o início de 2000, muitos formatos novos surgiram, incluindo o MMC, seu sucessor o CartãoSD, o Memory Stick, o xD-Picture Card e muitas variantes. A redução dos tamanhos dos celulares, câmeras fotográficas e de vídeo aliada a tecnologia de alta-definição, obrigaram os fabricantes a produzirem cartões de memória cada vez menores e de maior capacidade, deixando os primeiros cartões obsoletos rapidamente.

O SmartMedia e o Compact Flash dominaram o mercado de câmeras digitais de 2001 até 2005, quando o Cartão SD começou a competir com o SmartMedia, sem no entanto dominar o mercado, pois começou a brigar também com o Memory Stick, o xD, assim como o próprio Compact Flash. Atualmente o mercado encontra-se amplamente fragmentado, com dúzias de variantes dos principais formatos e os PCs interagindo com todos. Muitos aparelhos também suportam mais de um tipo, garantindo maior compatibilidade. Uma curiosidade é o venerável PC card, que ainda hoje consegue manter um nicho no ramo industrial.

3-sd-cardsmemory-stick-duo-e-adaptador

Cartões de Memória SD e o Memory Stick

Memórias Flash NOR e Flash NAND

Existem dois tipos principais de memória Flash, a memória NOR e a memória NAND. Confira um breve resumo acerca de ambas:

NOR: a memória Flash NOR (Not OR) permite acesso às células de memória de maneira aleatória, mas com alta velocidade. Em outras palavras, o tipo NOR permite acessar dados em posições diferentes da memória de maneira rápida, sem necessidade de ser seqüencial. O tipo NOR geralmente é usado em chips de BIOS, telefones celulares e em placas de rede especiais.

NAND: assim como a memória Flash NOR, a memória Flash NAND (Not AND) também trabalha em alta velocidade, porém acessa as células de memória sequencialmente e as trata em conjunto – em blocos de células – ao invés de acessá-las individualmente.
Vários tipos de Cartão de Memória

O que dificulta a vida do usuário é o fato de existirem diversos padrões diferentes de cartões de memória, em sua maioria incompatíveis entre si. Os fabricantes também não ajudam e continuam lançando formatos novos dotados de mais velocidade de transferência de dados, mais capacidade de armazenagem, etc.

Mas se os cartões de memória são todos baseados na mesma tecnologia Flash, por que existem tantos tipos diferentes e incompatíveis entre si? Qual o motivo dessa quantidade absurda de formatos e fabricantes?

Na verdade, o que aconteceu nos primórdios do cartão de memória foi que as empresas não entraram em um acordo sobre qual formato adotar, passando a produzir cartões específicos para seus aparelhos. Ao contrário do que houve com outras tecnologias, como o USB, o CD e o DVD, grandes fabricantes como Sony, Olympus, Cannon, seguiram para lados distintos e recorreram a formatos diferentes e incompatíveis de cartão de memória para seus produtos.

Mini-SD-TF-CF-Micro-SD-MS-Pro-stick

não precisa ficar confuso, nós tiramos todas as suas dúvidas

De uma disputa inicialmente polarizada entres os padrões CompactFlash (derivado dos cartões PC-Card, ou PCMCIA, em tamanho menor) e SmartMedia, no início da fotografia digital, passamos a ter um mercado dividido entre estes e os Multimedia Cards (MMC) e Secure Digital (SD); MemoryStick e suas variantes Pro e Duo; e xD Picture Card (substituto do SmartMedia) – sem falar em alguns novos formatos ultracompactos voltados para telefones celulares e afins.

Por isso os usuários são obrigados a usar Memory Sticks nos produtos Sony, xD nas câmeras digitais Olympus, cartão SD nas Cannon e assim por diante. Mas para isso o cartãodememória.com.br existe. Leia nossos artigos e saiba tudo sobre a evolução do cada vez mais indispensável Cartão de Memória.

Mas que Cartão de Memória Comprar?

Tenha sempre em mente qual formato o seu aparelho utiliza. Daí, decida o que mais importa para você: capacidade de armazenagem, velocidade de gravação e transferência de dados, resistir a condições mais extremadas de temperatura, etc. Sim, existem muitas diferenças entrre os cartões de memória.

A velocidade do cartão é um bom exemplo. Em câmeras muito rápidas, geralmente dotadas de buffers de memória que nos permitem capturar seqüências de várias fotos por segundo, muitas vezes o fotógrafo é obrigado a esperar a gravação das fotos no cartão para poder continuar fotografando e aí a taxa de transferência do cartão faz diferença. Na hora de transferir as fotos para o computador – quem tem cartões de muita capacidade já percebeu o quanto isso pode demorar – um cartão rápido e um leitor Firewire ou USB 2.0 reduzem consideravelmente o sofrimento.

Porém o usuário deve ficar atento a outro problema: não é qualquer câmera que consegue tirar vantagem dos cartões mais rápidos. Se a sua câmera é lenta por natureza e você não usa um leitor de cartões para descarregar as fotos no computador, comprar o cartão mais rápido do mercado pode significar dinheiro jogado fora. Acompanhe sempre nossos artigos para saber as características e diferenças entre os vários formatos e linhas de cartão de memória e escolha o que mais se adapta às suas necessidades.

2 Respostas

  1. vitor disse:

    ola boa trde! eu tenho um cartão de 1gb micro sd, e ele esta no motorolla a 1200 eu não consigo acessalo pelo trasflash do aparelho pois pede senh e até agora nõ consegui adivinha tem como vcs da uma forcinha para mim???

  2. Jeferson disse:

    Parabéns, ótima esplanação. ajudou muitíssimo. Obrigado

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.