Dicas Domésticas

dicas-domesticas

Procure fazer suas compras aos pouquinhos, pois a despensa cheia, muitas vezes, facilita com que os produtos saiam da validade. Além disso, fazer compras semanalmente, por exemplo, possibilita o consumo de alimentos mais fresquinhos.

Faça sempre uma lista de compras pensando na quantidade de comida realmente consumida pela família. A idéia é comprar sempre o estritamente necessário.

Os vegetais (frutas, legumes e verduras) são perecíveis e devem ser consumidos com certo imediatismo. Por isso não se acanhe em comprar esses produtos por unidade, um hábito nos países europeus.

Aproveite, sempre que for possível, as cascas, os talos e as sementes dos vegetais. As folhas e os talos do brócolis dão, por exemplo, para serem aproveitados em sopas. A casca do ovo, por exemplo, rica em cálcio, pode ser misturada à farinha em bolos e pães -basta triturá-la no liquidificador. O vinho azedado, em vez de se dispensado, vai muito bem como vinagre nas saladas.

Conserve na geladeira os vegetais sempre inteiros. No caso do abacaxi, por exemplo, descasque, mas não retire o miolo. Já a metade que sobrou do abacate deve ser guardada junto com o caroço. Essas são medidas que aumentam o tempo de vida do alimento

Não guarde a sobra da comida na panela. Guarde-a em recipientes adequados e na geladeira. Isto manterá a aparência da comida para que seja bem reaproveitada.

Cuidado extra ao comprar alimentos em promoção. Em geral, a data de validade está para ser vencida ou o produto é de baixíssima qualidade, e o comerciante está querendo passar para a frente. Na prática, por causa da curta validade, eles nem chegam a ir para a mesa, são logo descartados.

Ao servir-se, lembre-se de usar o bom senso. Sirva-se somente da quantidade que irá consumir. A sobra do prato não poderá ser aproveitada.

Como fartura não é sinal de qualidade, ao preparar um jantar para os amigos, evite exagerar nas proporções.

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.