AVC – Você Sabe O Que É Isto?

ts7m6s38

No Brasil, só no 1º semestre de 2011, esta doença já provocou mais de 84.000 internações.

Ricardo Gomes

            Recentemente, o Brasil inteiro assistiu na TV à dolorosa cena de Ricardo Gomes, técnico do Vasco da Gama do Rio de Janeiro, carregado pelos paramédicos para uma ambulância, depois de se sentir mal, no jogo do seu time contra o Flamengo. De acordo com dados da Academia Brasileira de Neurologia, o AVC é a principal causa de internações e morte no Brasil.

O que é

            “A” de “acidente”, “V” de “vascular” e “C” de “cerebral”. É “acidente” porque acontece de repente, sem que ninguém espere; “vascular” refere-se a vasos sanguíneos e “cerebral” porque ocorre no cérebro. Todas as áreas do nosso cérebro precisam de uma contínua irrigação de sangue (que leva oxigênio e nutrientes para as células cerebrais) para funcionar corretamente. Um AVC ocorre quando uma área do cérebro deixa de funcionar por falha no fluxo sanguíneo. Essa falha pode acontecer por dois motivos:

  1. 1.    No AVC isquêmico: um vaso sanguíneo se entope por causa de placas de gordura e, em consequência, o sangue não consegue chegar a uma determinada região do cérebro. A falta de nutrientes nessa região acarreta a morte de células. Cerca de 80% dos casos de AVC correspondem a este tipo. “Isquemia” é uma insuficiência de irrigação sanguinea devida a uma obstrução arterial ou vasoconstrição (estreitamento de um vaso).
  1. 2.    No AVC hemorrágico: um vaso sanguíneo se rompe, ocasionando um vazamento de sangue. Este foi o tipo que afetou o técnico Ricardo Gomes e que corresponde apenas a 1/5 das ocorrências. A hemorragia pode acontecer na periferia cerebral ou em regiões mais profundas. A maioria ocorre em regiões mais internas. Quando ocorre na periferia cerebral, 80% dos casos são devidos a aneurismas dilatações vasculares que podem ocorrer em qualquer artéria. Seu perigo está no fato da artéria poder romper-se com a dilatação ou trombosar (ficar entupida por causa da formação de um coágulo), provocando isquemia dos tecidos irrigados pela artéria atingida).

Sintomas

  • Dor de cabeça intensa, que ocorre repentinamente, às vezes acompanhada de vômitos e tontura.
  • Perda da visão ou dificuldade para enxergar, também repentina e sem explicação, juntamente com dificuldade para falar e se expressar corretamente.
  • Enfraquecimento ou mesmo paralisia facial, dos braços e pernas. Geralmente um só lado do corpo é afetado.

Risco maior

            Existem alguns fatores que provocam o AVC ou aumentam o risco da sua ocorrência. Entre eles estão:

  • Temperamento emotivo ou explosivo, emoções fortes.
  •  Cigarro
  •  Diabetes
  •  Hipertensão arterial
  •  Uso contínuo de bebidas alcoólicas
  •  Uso de drogas
  •  Estresse
  •  Colesterol alto
  •  Fatores genéticos
  •  Sedentarismo
  •  Doenças do sangue, coração e vasos sanguíneos

Tratamento

            O principal é prestar socorro ao paciente o mais rápido possível, pois cada minuto vale a sua vida. No caso de AVCs do tipo isquêmico, existem medicamentos que conseguem desobstruir o vaso entupido. No entanto, nos casos de AVCs hemorrágicos, é imprescindível o atendimento médico nas primeiras horas depois do aparecimento dos sintomas, para que se evite o risco de sequelas ou mesmo de morte do paciente.

6 Respostas

  1. Igor disse:

    ói mão q loko..
    leia td ..
    num é virus ..num OKs

  2. SAMARA COSTA SENA disse:

    KARAKAS…
    QUE CARTAS HEIM?
    EU É Q NAUM QUERIA FAZER PARTE DESSA FAMILIA DE LOUCOS…
    QTO A AVC,SABIA MAS TINHA ESQECIDO O Q ERA
    VALEU PELA DICA!!!

  3. Simone disse:

    Eu ri…

  4. isadora disse:

    brigada pelas informações, me foram bem úteis
    kiss kiss <3

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.