Como ensinar seu papagaio a falar

papagaio

O papagaio (também conhecido como louro) é uma das muitas aves pertencentes à ordem dos Psitaciformes, família Psittacidae; vivem cerca de 100 anos e regra geral, acasalam para a vida. Os papagaios têm como característica um bico curvo e penas de várias cores, variando muito entre as diferentes espécies. Alguns papagaios são capazes de imitar sons e, inclusive, a fala humana. A família Psittacidae inclui também as araras, piriquitos, maracanãs, jandaias, piriquitões e apuins.

Quer ensinar seu papagaio a falar? Aí vão 7 dicas pra você.

Donos de papagaios são capazes de ter uma relação única com seus bichos de estimação devido à capacidade de um papagaio de se comunicar. É uma relação de confiança e dedicação para praticar, mas esses passos simples vão ajudar em sua jornada para um bate-papo!
1. Encontre a pessoa mais comunicativa na casa (provavelmente não o seu marido). Mas é verdade, papagaios aprendem a falar melhor quando são treinados por uma pessoa que tenha tempo para desenvolver uma relação de confiança com eles.
2. Banhe-os em conversa. Coloque seu papagaio em uma área da casa onde várias pessoas se reúnem e ocorrem várias conversas. Deixe seu papagaio entrar no bate-papo de adapte-o a seus novos ambientes antes de começar a treiná-lo oficialmente.
3. Remova qualquer fonte de distração quando começar a treinar a sério. Peça que outros membros da família e animais deixem a sala quando começar as lições.
4. Escolha uma hora do dia que permaneça constante. Papagaios são geralmente mais conversativos durante a manhã e a noite, essas são as melhores horas do dia para o seu “bate-papo”.
5. Gaste entre 15-20 minutos repetindo uma palavra de uma ou duas sílabas, relacionando-as a um objeto ou a uma ação específica. Por exemplo, você pode dizer ‘olá’ e acenar, ou dizer amendoim e mostrá-lo (ou alimentá-lo) a cada vez que disser.
6. Não seja mesquinho com recompensas. Quando seu papagaio te imitar, esteja pronto para recompensá-lo com um petisco que ele goste. Papagaios (assim como a maioria de nós) são motivados por comida e farão uma associação mais rapidamente.
7. Repita essa prática frequentemente e regularmente!

Se você achar que não tem tempo para aprimorar o vocabulário de seu papagaio praticando essa rotina diariamente, você pode recorrer a uma mensagem gravada em fita. Só tenha em mente que não será tão significativo, pois seu papagaio não fará a conexão com a ação ou objeto que está sendo falado. Ele pode também ficar entediado com o gravador, afinal isso não é um substituto adequado para um humano!

Fonte: Wikipédia / Como Fazer Tudo

9 Respostas

  1. marielecaloiwengrzynovski disse:

    muto legal nao sabia disso

  2. Alessandro disse:

    Acho que vocês não deveriam colocar coisas sobre esses animais que não podem ser criados em cativeiro, se não podemos criar pq aprender a ensina los a falar? Não tem lógica.. Abçs

  3. fernando cortez disse:

    eu ja adestrei cães, cavalos e papagaios…aprendi a tecnica baseado em minha deduções próprias…elas batem com o que esta escrito aqui…então, parabens pra nós…hehehehe

  4. Gbriel Henrique disse:

    axei estas dicas muito legais vou praticar com o papagaio de minha vó e tambem tentarei com a maritaca dela

  5. Gabriel Henrique disse:

    muito obrigado para quem postou estas dicas

  6. argemiro disse:

    eu tenho uma,e ela fala de tudo que você falar.

  7. alison disse:

    Eu tenho uma maritaca,estou a dois dias com ela e ela ja esta subindo no meu ombro .Me belisca mt !

  8. audrin barbosa disse:

    meu papagaio se chama Marley ele aprende muito rápido adoro Marley.

  9. Adriana Graça disse:

    Meu papagaio fala pouco só quatro frases: (êi vc, cadê vc e vó), tem de tudo,vive solto pela casa tem árvorezinha,brinquedos é paparicado por todos, não gosta do meu marido tenta o tempo bicar distruir as coisas dele e meu marido é apaixonado por ele.
    Eu ganhei esse papagaio de presente de casamento e é um filho que temos e gostaria que ele falasse mais.

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.