Os 5 truques psicológicos de supermercados que fazem você perder dinheiro

post5

1.Certos produtos em certas prateleiras

05131914501343

Ao longo do percurso, você verá que dentro de um balcão, existem de 2 á 4 prateleiras, sendo que os produtos mais caros estão justamente nas prateleiras do meio. Coincidentemente ou não estão na sua altura para que você faça menos esforço possível.

Você acha que estão ali por acaso? Me responda o seguinte:
Quantas vezes você já teve que agachar ou ficar na ponta dos pés para pegar algo que chamou sua atenção?

Quando um item está sempre na mesma posição, pode acreditar que o fabricante daquela marca pagou um pouquinho a mais para que o estabelecimento comercial deixe naquele lugar.

Não é por acaso que são os mais concorridos e que, provavelmente, você pegará mesmo sabendo que as marcas mais baratas são tão boas quanto ou até melhores. Se você tem filhos pequenos, saiba que os donos do supermercado pensaram neles também, as prateleiras de baixo foram feitas para chamar a atenção das crianças.

Seu filho ou filha será tentado a buscá-los e você, como responsável, não irá negar a felicidade dele. Eu sei o que deve ter passado pela sua cabeça nesse momento: “Que crueldade manipulá-los dessa forma”. Entretanto, não leve-os a mal. Se coloque na posição de um fabricante: por que você colocaria produtos infantis numa altura em que não seja possível alcançá-los?

Você vai comprar o que você precisa. Ou vai dizer que você consome Biotônico Fontoura até hoje? Ou miojo da Turma da Mônica? Ou Sucrilhos Kellogs? “Desperte o tigre em você!”, soa familiar? Então já está mais do que na hora de “despertar o responsável em você”.

 

2.As aparências realmente enganam

Já foi naquele setor de refrigerados e viu quinhentas variedades de iogurtes em uma mesma prateleira? Vai me dizer que você ainda acredita na Activia versão ameixa que faz você ir ao banheiro?

De acordo com estudo publicado pelo International Journal of Sciences, tratando sobre nutrição, foi constatado que os indivíduos que consumiram o produto junto com uma salada de legumes e água, 30 minutos antes de comer, conseguiram emagrecer. Em outras palavras: a Activia fez você emagrecer!!

Proponho o seguinte para você: quando pegar uma versão mais “natureba”, olhe no rótulo e verifique os ingredientes. Para eles, quanto mais espaço conseguirem ter, maior a chance de pegar algum produto do mesmo fabricante. É o popular “se colar, colou!”

Não fique muito ligado a imagem que consta no rótulo. Ela foi criada para que você acredite que o que contém dentro da embalagem é exatamente o mesmo que está no rótulo, não importando as suas variações.

A série, nomeada de Real Food But Not Really (“Comida de verdade, mas não muito”), reúne três vídeos. Em um deles, mostra como um hamburguer é feito para ser veiculado nos comerciais.

E não poderia deixar de mencionar os hamburgueres do Mc Donalds como exemplo representativo e que você já deve estar por dentro. Assista a esse vídeo e veja como ele é feito:

Você poder estar afim de comer tal alimento, porém esteja ciente de que o design foi feito para chamar a sua atenção.

 

3.As músicas do supermercado não tocam por acaso

truques-do-supermercado-musica

Um estudo descobriu que música clássica em loja de vinhos fazem com que eles comprem itens mais caros. A música lenta possui o mesmo efeito. Músicas normalmente mais românticas ou similares, induzem a um gasto maior. Some isso ao fato de você estar mais disposto e cheio de energia.

Em contra-partida, quando a loja está mais próxima da hora de fechamento, é comum ouvir músicas mais alegres e eletrizantes. Coincidentemente, você estará mais cansado depois de um dia de trabalho.

Sabe as músicas da Ivete Sangalo que você escuta nos Supermercados no fim do expediente? Elas te fazem comprar mais. Você achou que o mercado tinha bom gosto musical? Ou que o dono estava maluco por tocar tal música? Nada disso, inocente!

 

4.As Amostras Grátis, só que não!

truques-do-supermercado-amostra

Existe uma frase no meio financeiro que diz:

“Não existe almoço grátis”

Nos balcões, é comum oferecer amostras grátis para os potenciais consumidores, eles não querem ver o seu bem-estar e acabar com sua fome. Se fosse o caso, eles estariam oferecendo aos pobres e necessitados.

“Mas por que logo no supermercado? Meu Deus, que ganância”! De acordo com a frase acima, tudo que é oferecido a você possui um cunho de interesse, ou seja, eles “exigem” algo em troca. Ao oferecer uma amostra grátis, você será atraído por algo que não estava no seu planejamento. Além disso, quem não gosta de algo grátis? De acordo com o site Compart, as amostras grátis servem para:

– Aumentar o conhecimento da marca por ficar na frente de compradores que nunca devem ter ouvido falar;
– Aumentar o potencial de conversão, com uma ambivalência julgamento esperamos transformar em lealdade;
– Aumentar o tráfego com os estágios de acesso.Vendendo mais, a loja irá fazer solicitação do produto em maior quantidade para melhores pontas de gôndolas;
– Aumentar a sua reputação como um assunto ou especialista do setor.

Você já observou aquela menina com um banner fixado nela, dizendo: “Gostaria de experimentar nossos produtos?” Tudo é calculado para que você aceite: a forma como ela fala, a voz, a cortesia, o tratamento, etc. Ué! Você achou que ela veio até você porque ela te considerou bonito e/ou simpático? Menos, menos rs

Você já escutou a frase “é dando que se recebe”? Existe um gatilho mental chamado de reciprocidade. Quer dizer que, se algo for oferecido a você de graça, você será movido a retribuir o favor. E é nesse gatilho que as amostras grátis se baseiam.

 

5.O caixa

operador de caixa 3

O caixa do supermercado é uma área de alta tentação. A chance da compra de uma revista, chicletes, pilhas, doces, balas entre outros, aumenta enquanto espera na fila.

Sim, aquelas revistinhas de fofoca que você finge que não vê mas sente uma vontade enorme de comprar ou dar uma folheada. Ou aquele barbeador da Gillete…deixar a barba feita é fundamental, não é? Será?

Por que você acha que algumas dessas revistas estão fechadas dentro de um plástico? Justamente para você comprar para saber o que você vai ler nela. E são justamente essas mesmas revistinhas de fofoca que títulos são mais chamativos, como:

“Veja como ela perdeu 30 Kg em 4 semanas usando a dieta da berinjela em pó”

Fora as imagens do tipo “Antes e Depois”, entre outras técnicas de venda. Quando for pagar, preste atenção nos títulos. Veja como elas chamam a sua atenção. Eu fiz exatamente a mesma coisa nesta matéria. Fiz um título chamativo para que você leia o que eu tenho a dizer. Afinal, se eu não prender você pelo título, como você iria ler em primeiro lugar?

Você pode achar isso de sensacionalista! Eu digo que é uma ferramenta de trabalho. O que vale é o conteúdo que faça valer o título escrito. Nem sempre você terá as suas expectativas atendidas. Pronto, agora que você já pagou, já pode ir embora feliz pois você não foi manipulado.

O intuito dessa matéria não é você se sentir culpado ou ter a sensação de burrice por ter sigo manipulado. Ninguém nasce sabendo de tudo. Muito menos você iria saber de tudo isso. Aprenda hoje para não ser enganado novamente amanhã. Vai comprar o que hoje? Eu falei que você nunca mais iria ver o mercado da mesma forma!

Fonte: Conexão Sorriso

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.