Segundo pesquisa, o frio é influenciado pelo sexo

capa_frioHeM

Cientistas procuraram, ao longo do tempo, determinar se a tolerância ao frio é de todo influenciada pelo sexo.

Pesquisadores especularam que os homens devem ter uma maior tolerância, devido a maior proporção de massa corporal, assim tendo um maior músculo gerador de calor e de um maior metabolismo, mas a ciência não é tão clara assim.

Um estudo feito com 219 pessoas de todas as idades, pela revista “The Lancet”, resultou que o sexo feminino tiveram temperaturas corpóreas mais altas (36,56 graus Celsius versus 36,33°C nos homens), mas temperaturas mais baixas na mão (30,67 graus contra 32,22 graus nos indivíduos do sexo masculino). O que poderia indicar uma maior capacidade de conservar o calor do corpo e proteger os órgãos vitais. Mas o menor fluxo de sangue para as extremidades significaria também uma maior sensação de frio.

No entanto, estudos em que homens e mulheres ficam imersos em água fria mostraram que a reação do corpo depende principalmente do tamanho e da gordura corporal. Em outras palavras, um homem e uma mulher de igual tamanho e gordura corporal não mostrariam nenhuma diferença fisiológica em resposta a esses estímulos.

A percepção das mulheres ao frio pode variar durante o ciclo menstrual, com a temperatura do corpo subindo e descendo. Mas isso ainda está sendo, também, amplamente debatido.

 

Fonte: NY Times

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.