Você já parou para pensar por que gritamos quando sentimos dor?

544427349124514-t640

Como você reage quando ouve um grito? Entre as várias opções de resposta, existem grandes chances de que você entre em um estado de alerta imediato por imaginar que alguém pode estar em perigo ou machucado. Pois saiba que é justamente para isso que os gritos servem e, por consequência, esse é um dos motivos pelo qual gritamos.

Assim como muitos outros gestos que fazemos diariamente – como sorrir, revirar os olhos e suspirar –, gritar faz parte da nossa comunicação não verbal. E como todas essas ações seguem certos padrões preestabelecidos, dificilmente pensamos sobre os motivos que nos fazer usar cada um desses gestos.

Por isso, quando você acerta o dedinho em cheio na quina de algum móvel e solta aquele berro, você está dizendo que existe algo de errado. Essa é uma ferramenta evolutiva muito útil, especialmente para aqueles que não conseguem se expressar verbalmente.

 

544427349124514-t640

 

Você já reparou como as crianças gritam com mais frequência por coisas simples e aparentemente bobas? Se elas ainda não aprenderam como dizer que estão incomodadas, que querem algo ou que sentem alguma coisa, gritar é uma maneira bastante eficaz de mostrar que a situação pede atenção.

Mas os mais velhos também sabem explorar esse recurso. Um estudo realizado em 2003 revelou que os gritos e expressões de dor de adultos se estendiam por mais tempo quando havia observadores por perto. Mais uma vez, isso reforça a ideia de que os gritos servem para comunicar uma necessidade e encorajar os outros a ajudar.

Fonte: Live Science

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.