Como surgem as montanhas

como-surgiram-as-montanhas

A crosta terrestre não é contínua. É toda recortada em placas tectônicas que estão em constante movimento. Quando duas placas se chocam ocorrem terremotos, vulcões e formação de montanhas. Sempre que se encontram, vindas de sentidos opostos, a mais “leve”, afunda sob a mais densa, fazendo com que esta se dobre ocasionando tais fenômenos, que levam milhões de anos.

A formação do Himalaia ocorreu do mesmo modo, no encontro da placa indiana, que era unida à África, com a placa euro-asiática. No topo da cadeia são encontrados fósseis de animais marinhos, mostrando assim que ela já esteve no fundo do mar.

Houve uma época em que só existia um único e imenso continente, que se fragmentou formando placas que passaram a se movimentar em várias direções. Até hoje elas continuam se movimentando, só que lentamente. Sendo assim, significa que a placa indiana continua movendo-se em direção à placa euro-asiática, conseqüentemente o Himalaia continua se erguendo à razão de 8 a 10 mm por ano.

Se o processo continuar, daqui a 15.200 anos o Everest terá aproximadamente 9.000 m.
No Brasil não existem montanhas de grandes altitudes por estar situado praticamente no meio de uma placa tectônica, ou seja, longe da zona de atrito.

Outra razão é o fato de que a maior parte de suas terras está entre as mais antigas do planeta. Portanto, sofreram mais a ação da erosão ao longo do tempo, ficando mais desgastadas, mais aplainadas.
Outros acontecimentos geológicos também dão origem às montanhas. Por exemplo, Itatiaia, Mendanha, Tinguá e Fernando de Noronha são regiões montanhosas de origem vulcânica.

-As dez montanhas mais altas do Brasil

01 – Pico da Neblina – 3.014 m – Amazonas
02 – Pico 31 de Março – 2.992 m – Amazonas
03 – Pico da Bandeira – 2.890 m – Parque Nacional Caparaó (MG/ES)
04 – Pedra da Mina – 2.797 m – Serra Fina (MG/SP)
05 – Pico das Agulhas Negras – 2.789 m – Parque Nacional Itatiaia
06 – Pico do Cristal – 2.780 m – Parque Nacional Caparaó
07 – Monte Roraima – 2.727 m
08 – Morro do Couto – 2.680 m – Parque Nacional Itatiaia
09 – Pedra do Sino de Itatiaia – 2.670 m
10 – Pico dos Três Estados – 2.665 m – Serra Fina (MG/SP/RJ)

-As dez montanhas mais altas do mundo

01 – Everest – 8.850 m – Nepal
02 – K-2 – 8.611 m – Paquistão
03 – Kanchenjunga – 8.598 m – Nepal
04 – Lhotse – 8.501 m – Nepal
05 – Makalu – 8.463 m – Nepal
06 – Lhotse Shar – 8.383 m – Nepal
07 – Cho Oyu – 8.201 m – Nepal
08 – Dhaulagiri – 8.167 m – Nepal
09 – Manaslu – 8.156 m – Nepal
10 – Annapurna – 8.091 m – Nepal

6 Respostas

  1. Madeleine disse:

    Desculpe, mas no Brasil não existe montanhas. Cuidado com a informação.

  2. helena disse:

    eu achei legau as curiosidades das montanhas

  3. Roberto disse:

    Me disculpem mais não acredito que foram desta forma que tiveram origens as montanhas.

  4. eduarda disse:

    MUITO BOM NO TESTE LE VEI 2,5

  5. José Luiz disse:

    Acho que a mais densa afunda sob a mais leve. Parece mais lógico do ponto de vista físico.

  6. marcos rogério disse:

    Desculpe por corrigir, sou formado em geografia, cara madeleine no Brasil, exite montanhas sim senhora, a formação acima de 1.000 metros já pode ser considerada montanhas, gostei bastante do texto muito esclarecedor, o único equivoco é sobre o processo de subducção, onde a placa mais densa, adentro por baixo da placa de menor densidade, não o contrário, pois há o equilibrio das moléculas da maior e menor densidade, “dobrando”, enrugando o terreno mais frágil formando a cadeia de montanhas. No país existem apenas formações remanescentes isoladas, como o pico da Neblina no Amazonas. Estou a disposição para tirar dúvidas de colegas sobre a área de geografia. abço a todos – [email protected]

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.