Como surgiram os cursos de inglês no Brasil?

capa_cursos

O surgimento dos primeiros cursos de inglês em nosso país está intimamente ligado com a história do país. Por ter sido uma colônia de exploração, o idioma nativo, no caso dos índios, foi preterido em favor do português, idioma dos colonizadores. Com o tempo e a vinda da família real portuguesa para o Brasil em 1808, muitas coisas começaram a mudar por aqui.
O Brasil era praticamente desconhecido pelo resto do mundo até 1500 e mesmo após Pedro Álvarez Cabral chegar aqui, nossa terra era utilizada apenas como local de extração de bens naturais. Com a mudança da corte portuguesa para as terras tupiniquins, o comércio entre o Brasil e os demais países, especialmente europeus, foi necessário e assim surgiu a necessidade de ensinar novos idiomas para nosso povo.

  • Primeiras escolas de idiomas

Em 1809, D. João VI, então monarca de Portugal e, consequentemente do Brasil, decretou a criação das primeiras escolas de línguas estrangeiras do nosso país, especificamente uma de inglês e outra de francês. As alianças realizadas com a Inglaterra que possibilitaram a fuga da família real instituíram fortes contatos comerciais entre o país e Portugal, e assim necessitava-se de pessoas que falassem e entendessem o idioma inglês no Brasil.

Apesar da criação dessas e outras escolas ainda no século XIX, o avanço no quesito escola de inglês só ocorreu após a Revolução Industrial, na década de 30, quando foram criados os primeiros cursos da Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa. Já as grandes redes de ensino de idiomas só apareceram na década de 60, com o desenvolvimento de novos métodos de ensino que modernizaram as aulas em nosso país.

Por Maristela Duarte – São Paulo/SP

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.