Curiosidades sobre a libélula

capa_libelula

São delicadas aos olhos, mas as libélulas alimentam-se de outros insetos como mosquitos e moscas. Podendo em um único dia pode consumir até 14% do seu próprio peso, cerca de 600 deles em 24 horas.

Este grupo tem distribuição mundial e tem preferência por imediações de corpos de água estagnada (poças ou lagos temporários), zonas pantanosas ou perto de ribeiros e riachos. As larvas de libélula (chamadas naiades) são aquáticas, carnívoras e extremamente agressivas, podendo alimentar-se não só de insetos, mas também larvas de peixe, girinos e afins. Vivem na água durante muito tempo passando por vários estágios de desenvolimento.

Libélula não pica, visto que as suas mandíbulas estão adaptadas à mastigação. Dentro do seu ecossistema, são bastante úteis para o controle das populações de mosquitos e das suas outras presas.

Suas características:

Corpo fusiforme, com o abdómen muito alongado, olhos compostos e dois pares de asas semitransparentes.

Libélulas adultas caçam se baseando no sentido da visão extremamente apurada, onde seus olhos são compostos por milhares de facetas e têm um campo visual de 360 graus.

Medem entre 2 e 19 cm de envergadura e as espécies mais rápidas podem voar a cerca de 85 km/h.

Mesmo possuindo seis pernas, praticamente não consegue andar com elas.

Seu tempo de vida pode chegar a 5 anos, sendo que fase adulta é somente de 2 meses.

Aqui no Brasil existem cerca de 1.200 espécies de um total 5.000 existentes no mundo.

O macho e a fêmea de libélula copulam enquanto estão voando. Uma vez fecundada a fêmea deposita seus ovos em uma planta na água, caso não exista uma planta por ali, ela simplesmente deixa os ovos caírem na água. Tenho certeza que a maioria das pessoas já viram uma libélula encostando o traseiro na água.

3 Respostas

  1. matheus disse:

    eu achei essa materia muito interessante

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.