Do que são feitos os lenços umedecidos?

capa_lencos

Verdadeira maravilha da vida moderna, os lenços umedecidos estão presentes na rotina diária de muitas pessoas. Existem lenços umedecidos para todas as faixas etárias: bebês, adultos e idosos, cada um com sua especificação, porém todos eles com um único intuito: limpar a pele sem a necessidade de lavar com água.

 

Porém, os componentes químicos dos lencinhos não são exatamente o que sonhamos passar em nossa pele.

 

 

 

Para a fabricação do produto são utilizados os seguintes produtos químicos:

  • Bronopol
  • EDTA
  • Metilparabeno
  • Cocamidropil Betaína
  • Lanolina

O Bronopol serve para garantir que não proliferem bactérias e micróbios nos lencinhos, devido à quantidade de água composta no produto que é de 50% do líquido total. O Bronopol é tão “poderoso” que é utilizado também em banheiros químicos com a mesma finalidade.

O EDTA garante que não apareçam pontos de ferrugem no produto (mais uma vez, devido à enorme quantidade de água presente). O Metilparabeno tem como função eliminar possíveis fungos que pudessem crescer em uma embalagem úmida e fechada como os potes de lenços umedecidos.
Esse componente é o fungicida utilizado para proteger larvas de moscas drosófilas criadas por cientistas para estudo de mutações no DNA.

 

 

Já o Cocamidropil Betaína é extraído do coco da vaca e serve para fazer aquela espuminha de limpeza… É o mesmo componente usado nos detergentes de lavar louças.

 

 

 

 

 

 

 

E por fim a Lanolina que dentre a lista acima, é o componente mais agradável de todos. A lanolina é extraída da lã de carneiros e possui enorme poder hidratante.

 

 

 

 

 

 

 

Em matéria da Revista Super Interessante (edição set/2010) afirma-se que os componentes presentes na fabricação dos lenços umedecidos são melhores para o próprio produto do que para a pele dos bebês.

Mas, como viver sem?

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.