Mau cheiro nas axilas? Saiba porque…

capa_axila

Em todos nós, seres humanos, existem glândulas chamadas apócrinas que se desenvolvem em certas áreas como nas axilas, na cabeça (mais exatamente em nossos cabelos) e em nossas genitais.

Essas glândulas liberam uma secreção que é drenada pelos folículos dos pêlos destas regiões.

Esta secreção é parecida com o suor, mas além de água e eletrólitos, contém gorduras, proteínas, hormônios e alcalóides (provenientes da alimentação). Com a puberdade estas glândulas intensificam a sua atividade aumentando a secreção de um suor mais propenso a produzir odores.

Inicialmente, essa secreção das glândulas apócrinas não tem cheiro intenso, mas devido ao contato com bactérias e fungos pode sofrer alterações de odor. Não existe uma bactéria única causadora do mau cheiro, mas diversos tipos que fazem parte da flora normal da pele a ao contrário do que muitas pessoas pensam, o mau cheiro do suor não depende da quantidade suada.

Algumas pessoas possuem mais glândulas apócrinas do que outras. Por exemplo, antes da puberdade estas glândulas não costumam ser ativa, nas crianças a sua atividade é mínima. Índios e as raças amarelas as possuem em número bastante menor, já os europeus e os negros as tem em número maior. Para que o mau cheiro de corpo seja percebido, às vezes mesmo à distância, dois fatores são essenciais. Primeiro a falta de higiene corporal e segundo maus cuidados com a limpeza das roupas em uso.

Esse mau cheiro é também conhecido como cc ou Cecê (Cheiro do Corpo) pode ser controlado e até evitado. É essencial que as pessoas tomem banho todos os dias, lavando bem os locais do corpo onde se localizam as glândulas apócrinas. A ação de bactérias e fungos sobre estas secreções produzirá um odor que em poucos dias ultrapassará as roupas. O uso da mesma roupa sem que ela tenha sido devidamente lavada, pode ocasionar complicações.

O mau cheiro nas axilas é provocado por bactérias que se alimentam do suor. As glândulas que ficam nas axilas soltam secreções que são nutrientes desses microorganismos.

2 Respostas

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.