Misterioso livro de feitiços de 1,3 mil anos é decifrado

livro-de-feiticos1-838x574

Um antigo livro de feitiços, ou “Manual de Rituais de Poder”, como chamam os pesquisadores Malcolm Choat e Iain Gardner, professores da Universidade Macquarie e Universidade de Sydney, respectivamente, acaba de ter sua tradução publicada.

O livro  contém 20 páginas em folhas de pergaminho, o que os pesquisadores chamam de Codex, e foi escrito em Copta, uma das linguagens do Antigo Egito. Ele foi provavelmente escrito no século 7 ou 8, por alguém da seita dos Setianistas, que adoravam Seth, o terceiro filho de Adão e Eva. Há até uma invocação “Seth, Seth, o Cristo vivo”.

Os Setianistas foram considerados heréticos e estavam em franco declínio no século 7. O Codex, com sua mistura de invocações cristãs e setianas, pode ser um documento transicional, escrito antes que todas as invocações setianas foram expurgadas de textos mágicos.

E o que tem no livro de feitiços? O trivial. Ele começa com uma longa série de invocações que acaba culminando em alguns desenhos e palavras de poder. Segue-se uma série de prescrições ou feitiços para curar possessões e vários problemas, e também para trazer sucesso no amor e nos negócios.

Como uma fórmula mágica que usa duas unhas para subjugar alguém, você pronuncia algumas fórmulas e então esconde as unhas na porta da casa da pessoa, uma no lado direito e outra no lado esquerdo.

Há alguns mistérios, como a invocação a um tal de “Baktiotha”, que ninguém sabe quem era, mas que é chamado de “O Grande”, de “bastante confiável”, o “senhor dos quarenta e nove tipos de serpentes”.

E quem usava este Codex? Pelo linguajar, ele aparentemente era destinado a usuários masculinos, não necessariamente um sacerdote ou monge. Não que isto fosse impedir uma mulher de usar aquelas invocações.

Apesar do Codex ter sido decifrado, ainda existem vários mistérios ligados a ele, a começar pela própria origem. A Universidade Macquarie adquiriu ele em 1981 de Michael Fackelmann, um antiquário de Viena, mas ninguém sabe de onde Fackelmann o obteve. O estilo da escrita sugere que ele veio do Alto Egito, da cidade de Ashmunein/Hermopolis ou arredores.

Atualmente o Codex encontra-se no Museu das Culturas Antigas na Universidade Macquarie, em Sydney. Mas você pode comprar o livro de Choat e Gardner por €65,00 (cerca de R$209,00), mais impostos, com imagens das páginas originais, um pouco de história e a tradução. [LiveScience]

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.