TED: informações tipo “fast-food”

teteted

Tudo o que você precisa saber a respeito de qualquer coisa – deste mundo ou de outros – está nos 18 minutos de cada uma das 1.200 palestras divulgadas na Internet (em Inglês) pelo movimento que já mobilizou mais de 700 milhões de pessoas em todo o planeta.

 

Sir Winston Churchill precisou apenas de cinco minutos e 11 segundos para conclamar os ingleses a resistir ao avanço das tropas nazistas, em 10 de maio de 1940, no seu primeiro discurso como primeiro-ministro do Reino Unido – aquele em que disse as célebres palavras: “Não tenho nada a oferecer, senão sangue, trabalho árduo, suor e lágrimas”.

 

 

Ao assumir a presidência dos Estados Unidos, em 1933, Franklin Delano Roosevelt encontrou seu povo deprimido por uma crise econômica. Começou o melhor governo da história daquele país, num discurso de 46 segundos, com a frase: “Não há nada a temer, a não ser o próprio medo”.

 

 

 

O líder negro Martin Luther King precisou de mais tempo – 17 minutos – para inflamar a luta mundial contra o racismo, no famoso discurso “I have a dream” (em Português, “Eu tenho um sonho”) de 1963. Um dia antes, ele ainda preparava sua fala. Churchill, Roosevelt e King provaram que, com uma boa causa na cabeça e as palavras certas na boca, é possível mudar o mundo em menos de 18 minutos. É exatamente essa a proposta de um dos maiores fenômenos da comunicação contemporânea. Dezoito minutos são a duração máxima de cada apresentação do TED, um seminário nascido nos Estados Unidos, em 1984, e que, desde 2006, publica suas palestras na Internet para qualquer pessoa ver e compartilhar.

 

Nestes seis anos, o TED – realizado anualmente em San Francisco, Califórnia, EUA – e uma miríade de filhotes, entre os quais o principal é o TED Global, se transformaram em mais que um fenômeno da rede. As 1.202 palestras disponíveis no site www.ted.com contemplam histórias individuais inspiradoras de todo o mundo e ideias originais e inovadoras de estrelas do pensamento contemporâneo. Elas já foram vistas, numa avaliação modesta, 700 milhões de vezes. Os vídeos estão livres para ser publicados por outros sites. “Tão animador quanto falar é aprender com as pessoas que vão lá contar suas histórias”, escreveu em seu blog Bill Gates, fundador da Microsoft, que já discursou em três edições do TED. “São pessoas incríveis que tentam resolver problemas e mudar positivamente o mundo.” Mudar o mundo é uma causa bastante popular entre empresas e pessoas bem-sucedidas.

 

Com meses de antecedência, esgotam-se os ingressos para eventos do TED, que atraem o patrocínio de marcas internacionalmente famosas, como Rolex, Tiffany & Co., Gucci, Audi, Coca-Cola, Shell ou IBM. O site é todo em Inglês.

 

 

TED (iniciais de Technology, Entertainment, Design – em Português:Tecnologia, Entretenimento, Design ) é uma fundação privada dos Estados Unidos, sem fins lucrativos – mais conhecida por suas conferências na Europa, Ásia e Estados Unidos – destinada à disseminação de ideias. Suas apresentações são limitadas a dezoito minutos e os vídeos são amplamente divulgados na Internet. O grupo foi fundado em 1984 e a primeira conferência aconteceu em 1990. Originalmente influenciada pelo Vale do Silício (*), sua ênfase era tecnologia e design, mas, com o aumento da popularidade, os temas abordados passaram a ser mais amplos, abrangendo quase todos os aspectos da ciência e da cultura. Entre os palestrantes das conferências estão Bill Clinton, Al Gore, Gordon Brown, Richard Dawkins, Bill Gates, os fundadores da Google, Billy Graham e diversos ganhadores do Prêmio Nobel. Mais de quinhentas palestras estão disponíveis no site. Até abril de 2009, elas foram assistidas mais de cem milhões de vezes, por mais de quinze milhões de pessoas.
(*) O Vale do Silício (em Inglês: Silicon Valley), na Califórnia,Estados Unidos, é uma região onde está situado um conjunto de empresas implantadas a partir da década de 1950, com o objetivo de gerar inovações científicas e tecnológicas, destacando-se na produção de chips, na eletrônica e informática.

 

No espírito das ideias que merecem ser espalhadas, o TED criou, em 2009, o TEDx –  um programa de eventos locais, organizados de forma independente, que reúnem pessoas para compartilhar experiências no estilo TED. Com eventos espalhados pelo o mundo, o TED obteve um alcance ainda maior de disseminação de ideias, de tal forma que, em 2010, foram realizadas as primeiras conferências no Líbano, na Arábia Saudita] e na Armênia. No Iraque, a primeira conferência foi a 12 de novembro de 2011, após a invasão, com o tema “Tornar o Impossível Possível”. A abertura da TEDx Baghdad foi realizada pelo primeiro ministro Nouri al-Maliki e transmitida para todo o mundo, através da Internet.

Em novembro de 2009, o Brasil teve seu primeiro evento no estilo TED, o TEDx São Paulo, que aconteceu na capital paulista, com o tema “O que o Brasil tem a oferecer ao mundo hoje?”

 

Em maio de 2010, ocorreu o segundo evento TEDx no País, o TEDx Sudeste, no Rio de Janeiro, sob o tema “Colaborando para transformar”.

 

No Brasil já aconteceram eventos nas cidades de Porto Alegre, Salvador e Brasília.

 

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.