Produtos que mudaram de nome

capa_produtos

No Marketing vale tudo!? Não, não é bem assim, uma empresa pode decretar falência por uma estratégia de Marketing mal sucedida.

Com o objetivo de reativar os seus produtos no mercado ou até mesmo valorizar novas tendências apostam na mudança do nome. Trata-se de uma estratégia arriscada, mas que quando bem planejada pode ter resultados gratificantes.

Quando o produto muda de nome, o consumidor a princípio manifesta estranhamento. O fabricante corre o risco de comprometer a credibilidade e a qualidade da marca, além do que tem todo um trabalho de publicidade para informar o público sobre a mudança. Alterar o nome de um produto já disponível no mercado dá trabalho, mas em muitos casos esta transformação é extremamente necessária.

Com a nostalgia está se tornando algo cada vez mais presente na vida do consumidor, algumas empresas estão voltando a adotar os antigos nomes dos seus produtos. O chocolate Lollo, por exemplo, fez sucesso nos anos 80, evoluiu para o Milkybar, mas recentemente voltou para o seu primeiro nome, devido a muitos pedidos dos consumidores.

Vamos a lista de alguns produtos…

1. Kolynos / Sorriso

O creme dental Kolynos, lançado em 1908 nos Estados Unidos, não demorou a chegar ao Brasil. Em 1917, já era importado para o país e, em 1929, uma fábrica brasileira produzia o creme que prometia o “frescor da natureza” no hálito e no sorriso. O sucesso fez com que a Colgate-Palmolive investisse pesado no mercado brasileiro depois de englobar a marca, fusão que motivou a mudança do nome do creme dental: em 1997, ele passou a se chamar Sorriso, mantendo as mesmas cores de sua versão original.

 

2. Yopa / Sorvetes Nestlé

Não faz muito tempo que os sorvetes Yopa lotavam as geladeiras – as do supermercado e a da sua casa, possivelmente. A marca, que era propriedade da Nestlé desde 1972, esteve nas prateleiras até o ano 2000, quando a empresa resolveu suprimir a marca. A partir daí, ela passou a vender seus gelados com o nome de Sorvetes Nestlé. Quem não se lembra do slogan!? “ioioio Yopa!”

 

3. Biscoitos São Luiz / Biscoitos Nestlé

“É hora do lanche, que hora tão feliz, todos comendo caquinha de nariz Biscoitos São Luiz”… O famoso jingle, cantado e parodiado, remete à icônica marca de bolachas que já foi o lanche favorito das crianças. Em 1967, a empresa brasileira foi adquirida pela Nestlé, que adentrou assim no mercado de biscoitos. “É São Luiz, é Nestlé”, dizia o slogan que anunciava produtos como a bolacha Divertidos, precursora do Passatempo, e os queridos biscoitos recheados de chocolate e morango que deram origem ao Bono. O nome São Luiz foi abandonado em 2000, e os fãs mais fervorosos garantem que um pouco do sabor também foi junto.

 

4. Hotmail / Outlook

Para tornar o produto competitivo novamente, a empresa optou por uma mudança radical: deu adeus ao velho nome e apresentou aos usuários uma plataforma reformulada em julho deste ano. Há quem veja com certa incredulidade a mudança, já que a Microsoft resolveu adotar o nome de seu velho gerenciador de e-mails, o Outlook, para o novo serviço, programa integrante do pacote Office.

 

5. OpenOffice / LibreOffice

OpenOffice, BrOffice, LibreOffice. Você fica confuso quando vai procurar um programa de edição de texto gratuito que substitua o Microsoft Word? Saiba que a diferença entre os três citados neste texto é uma questão de nomenclatura. O OpenOffice.org, conjunto de aplicativos livres e multiplataforma, surgiu como uma alternativa aos softwares da gigante Microsoft em 2002, e deu origem ao BrOffice, versão brasileira do programa.

Em 2010, a Sun Microsystems, empresa responsável pelo OpenOffice.org, foi comprada pela corporação multinacional Oracle. Depois de uma série de conflitos internos, alguns desenvolvedores do programa decidiram abandonar o barco e fundar a The Document Foundation. Na nova empresa, eles criaram um novo programa de edição de texto bem parecido com o OpenOffice.org original. O problema é que este nome já era propriedade da Oracle desde que ela comprou a Sun Microsystems. Para evitar problemas, o pessoal da The Document Foundation batizou o novo software de LibreOffice. Ele também tem uma versão brasileira.

 

6. Fusca / Beetle / Fusca

Ícone cultural e automobilístico mundial, o Fusca começou a ser importado para o Brasil em 1950. O clássico besouro da Volkswagen foi produzido no país até a década de 1990, se mantendo fiel ao estilo e às formas que o tornaram inesquecível.

Em 1998, veio a novidade: começou a ser produzido o New Beetle, nova geração do carro que abandonou o popular nome em solo brasileiro. Em setembro deste ano, a montadora anunciou que o modelo da nova geração do automóvel volta a adotar o nome Fusca e passará a ser comercializado em novembro no país.

 

7. Lollo / Milkybar / Lollo

Lollo, deixou milhares de chocólatras órfãos no Brasil em 1992, quando foi retirado das prateleiras. Mas a barra estampada com uma vaquinha sorridente, febre nos anos 1980, não desapareceu totalmente. Em seu lugar, passou a ser comercializado o Milkybar, uma versão rebatizada do doce e integrante da caixa de bombons “Especialidades”.

Em 2012, duas décadas após a polêmica mudança de nome motivada por um alinhamento internacional da marca, o chocolate com recheio maltado original está de volta: a Nestlé Brasil anunciou que o Lollo voltará a ser vendido. E, para a alegria dos mais saudosistas, retomará a sua clássica embalagem oitentista.

 

8. Telefônica / Vivo
Faz pouco tempo que a Telefônica mudou o seu nome para Vivo. A transformação não alterou funcionalidades, recursos e preços, apenas a nomenclatura de alguns serviços, como é o caso do ‘Vivo Speedy’.

 

9. Cadê / Yahoo
O buscador Cadê, muito usado no final dos anos 90, passou a ser chamado pelo nome da Yahoo.

 

10. Nanon / Nan
Embora a sonoridade do nome não tenha mudado muito, a Nestlé usou uma nova nomenclatura para o seu leite em pó modificado para bebês.

 

11. Via Embratel / Claro TV
O serviço Via Embratel de Televisão passou a se chamar  Claro TV, sem necessariamente alterar os contratos dos clientes.

One Response

  1. Sophia disse:

    Mas e o new beetle vai se chamar o que? new fusca? novo fusca? fusca beetle? ou simplismente fusca?

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.