A Homeopatia Funciona?

1

Eis aqui um tema que tem sido discutido exaustivamente por leigos e profissionais, sem que se tenha chagado a qualquer conclusão definitiva.  No presente artigo, vamos simplesmente apresentar alguns argumentos favoráveis e outros desfavoráveis ao assunto, deixando a conclusão a cargo dos próprios leitores.

Um descrente

Ben Morrish

Para alguns, a homeopatia funciona apenas por ser a mesma coisa que dar um remédio de mentirinha (placebo) para uma doença imaginária. O blogueiro de ciência Ben Morrish, acreditando que os tratamentos homeopáticos não são confiáveis, resolveu fazer um teste utilizando o Google Scholar, uma página de pesquisas por artigos acadêmicos do Google.

Ele queria se certificar se sua falta de crença na homeopatia era justa ou não.

O ensaio não abrangeu um grande número de pesquisas na área da homeopatia, mas os resultados dão o que pensar.

 

A pesquisa

Para realizar o experimento, Morrish estabeleceu quatro regras:

1.   Pesquisar testes com produtos homeopáticos no Google Scholar, utilizando um termo de pesquisa neutro. O escolhido foi “Homeopathic Trials” (testes homeopáticos).

2.   Observar as conclusões dos dez primeiros resultados mostrados pela ferramenta de busca, independente de quais são os testes.

3.   Inserir cada resultado em três categorias gerais, a saber:

  • Negativa: nenhuma evidência significativa sobre a eficácia da homeopatia com relação a placebos.

 

  • Positiva: evidências significativas que a medicina homeopática é mais efetiva que o placebo.

 

  • Neutra: resultados inconclusivos ou indicações de problemas com os testes, que podem ter prejudicado os resultados.

4.   Depois de classificar os resultados, analisá-los e tirar conclusões sobre as evidências da eficácia da homeopatia.

 

O teste

Depois de estabelecer as regras, Morrish seguiu os passos da sua pesquisa. Ele descobriu que, das dez pesquisas encontradas, duas tiveram efeitos positivos, quatro tiveram efeitos neutros, e quatro tiveram efeitos negativos.

Conclusões

Analisando estatisticamente os resultados, Morrish afirma continuar com a sua idéia de que a homeopatia não é eficaz. “Com apenas 20% dos resultados mostrando efeitos significantes a favor da homeopatia, acredito que este tipo de tratamento não funciona”, afirma.

De acordo com ele, nos dois casos em que os resultados foram positivos, estes eram apenas estatisticamente maiores e ambos concluíam que mais estudos seriam necessários. “Com 40% dos resultados neutros, acredito que mais pesquisas seriam necessárias para afirmar a eficácia da homeopatia, mas, com as evidências que já temos, tudo indica que não é”, diz Morrish.

Outro problema para os 20% positivos é que ambos os estudos foram realizados em pequena escala. O resultado em favor da homeopatia pode ser um simples resultado da falta de amostragem adequada.

Dois crentes

Drs. Robert Ullman e Judyth Reichenberg-Ullman

 

Vejamos agora os depoimentos dos Drs. Robert Ullman e Judyth Reichenberg-Ullman, médicos homeopatas com experiência de 20 anos na especialidade. Dizem eles:

“A homeopatia é diferente de qualquer outro tipo de medicina. Um único medicamento homeopático trata todos os sintomas do paciente e não apenas a sua queixa principal. O efeito de uma única dose pode durar meses ou mesmo anos. Os medicamentos não têm data de validade e podem durar por toda a vida. Eles são seguros, tanto para a gestante quanto para um recém-nascido. No entanto, são suficientemente poderosos para deter uma hemorragia e até tirar pacientes do estado de coma em questão de minutos.

Alguns dizem que os medicamentos  homeopáticos agem muito lentamente, mas não é verdade; o tempo de reação depende da natureza da doença, da força vital do paciente e da exatidão do diagnóstico e da receita. A resposta de uma doença aguda pode ser muito rápida. Quando eu era residente no hospital de Universidade de Bastyr, nos EUA, dei uma dose de “Pulsatilia” a uma garotinha que se queixava de uma forte dor de garganta e estava com febre, encolhida no colo da mãe. Dez minutos depois de tomar o medicamento, a menina já corria para cima e para baixo, pelo corredor.

Há vários exemplos como esse, alguns envolvendo problema graves de saúde. Muitos que afirmam que a homeopatia não funciona, jamais experimentaram o tratamento. É claro que um remédio homeopático receitado erradamente, não fará efeito algum, assim como qualquer remédio alopático. Mas uma receita correta pode produzir excelentes resultados, muitas vezes espantosos. Nós tomamos notas minuciosas e gravamos muitas consultas e depoimentos de pacientes curados com a homeopatia em vídeo. Convidamos qualquer pessoa que duvida da eficiência da homeopatia para assistir esses vídeos e ler as anotações. É inconcebível para nós, que temos tratado pacientes diariamente, durante vinte anos, que alguém possa dizer que a homeopatia não funciona. Ela funciona, sim, não temos a menor dúvida.”

Muito bem, estão aí os argumentos desfavoráveis e favoráveis à eficiência da homeopatia. O melhor que pode ser feito para decidir a questão é experimentar o método.

3 Respostas

  1. Eduardo Costa disse:

    A homeopatia tem uma utilidade. Em muitas escolas de medicina, o estudante pode cursar uma disciplina optativa de homeopatia. Em geral, o professor não é muito exigente, o que alivia a pressão de cursos como anestesiologia ou farmacologia. Claro que o curso de homeopatia não serve para coisa alguma, a não ser para criar uma lacuna na rotina de estudos.

  2. Sônia A. Mendes disse:

    Já me tratei várias vezes com homeopatia com excelentes resultados! Homeopatia é a ciência dos inteligentes, dos investigadores, dos observadores e sensíveis! È fascinante e ao mesmo tempo intrigante! É claro que funciona, pois é real e se baseia em uma lei natural fixa. Não é invencionice pois foi primeiramente sugerida pelo famoso médico grego Hipócrates, mas não foi posta em prática por ele, mas sim por Samuel Hahnemann, um homem sábio e criativo, uma mente realmente brilhante. Depois de muitos anos de estudo e dedicação ele deduziu e confirmou seu criterioso trabalho experimental. Foi persistente, insistia na busca de resultados práticos, não teóricos. A criação da Homeopatia foi obra de suas insistentes observações e experimentações, e hoje quem quiser pode provar os grandes benefícios que essa CIÊNCIA presta ao ser humano!!

  3. Daniel disse:

    Não gostei da metodologia do Ben Morrish, achei muito amadora.

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.