Banhos frequentes não são necessários, segundo estudos

capa_banho

Altas temperaturas  e a crise hídrica no Brasil, nos faz tomar banho por mais vezes ao dia. 

Segundo estudos, o Dr. Joshua Zeichner, professor assistente de dermatologia do Hospital Mount Sinai, em Nova York, a questão de tomarmos banho diariamente é mais cultural do que higiênica.

A dermatologista Dr. Ranella Hirsch, de Boston, concorda e junto da escritora Rachel Wilkerson Miller, do BuzzFeed afirma que após a Guerra Civil americana, a publicidade e o sabonete se tornaram mais prevalente nos Estados Unidos. Katherine Ashenburg é autora de um livro sobre o assunto.

Em seguida, na década de 1920 e 30, mais mulheres entraram no mercado de trabalho e mais americanos deixaram suas fazendas para trabalhar em fábricas, levando a outro grande foco cultural na limpeza e no ato de tomar banho.

Todos sabemos que o banho é bom para nossa pele e bem estar social e consigo. Mas segundo dermatologistas a nossa pele sofre alguns danos com essa frequência.

Os especialistas Zeichner e Hirsch afirmam que um banho com água muito quente pode ressecar e irritar a pele e com isso retirar as bactérias boas que existem naturalmente em nossa epiderme, criando uma porta de abertura para os ressecamentos e estes podem gerar infecções. Ambos os médicos dizem que o ideal seria um banho a cada dois ou três dias.

Fonte: Mega Curioso

Tags:, ,

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.