Doce que combate as cáries, saiba mais…

capa_carie

Quando vamos ao dentista, estamos acostumados a ouvir que  o consumo de doces, pode nos causar as temidas cáries, mas cientistas descobriram que o problema, na verdade, são as bactérias que estão na superfície dos dentes.

Um grupo de cientistas da empresa de biotecnologia OrganoBalance, de Berlim, por incrível que pareça, desenvolveram um doce que pode fazer isso.

Acontece o seguinte…

  • Depois de comer o doce “comum”, as bactérias que estão ligadas à superfície do seu dente liberam ácidos e lentamente, este dissolve o esmalte dos dentes.
  • O causador da cárie chama-se Streptococcus mutans.
  • Quando mastigamos, autoaticamente existe em nossa saliva a Streptococcus mutans. O ato de engolir ou cuspir remove algumas das bactérias da boca depois que nós terminamos de mastigar. As bactérias restantes se prendem novamente aos nossos dentes.

Existe um outro tipo de bactéria chamada de  Lactobacillus paracasei, que junto com a Streptococcus mutans reduz seu nível ofensivo de agressividade.

Os cientistas testaram em 60 voluntários a junção das bactérias, Lactobacillus paracasei e a Streptococcus mutans, e viram que um terço comeu doces com um miligrama de Lactobacillus paracasei, um terço comeu doces com dois miligramas e um terço comeu doces tinham o mesmo gosto, mas não continham bactérias. Os indivíduos que consumiram os doces com dois miligramas de bactérias tiveram uma redução dos níveis de Streptococcus mutans depois de comer o primeiro doce.

Os pesquisadores apontam que, utilizando bactérias mortas, eles foram capazes de evitar problemas que as bactérias vivas poderiam ter causado. Isso torna o doce modificado uma escolha melhor para prevenção de cáries do que outros probióticos.

A pesquisa aparece na revista “Probiotics and Antimicrobial Proteins”.

Fonte: Medical Xpress

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.