Fumei Durante 40 Anos E Parei Há 4. Saiba Como.

como-parar-de-fumar

De tanto ver pessoas sofrendo, lutando para largar o vício do cigarro, tentando todos os métodos, gastando fortunas com médicos e medicamentos, sem qualquer resultado, decidi escrever este artigo relatando a minha experiência pessoal e a vitória que obtive contra o tabagismo, este que é um dos mais terríveis vícios dos tempos modernos. Achei que talvez o que serviu para mim (e minha esposa) sirva também para outras pessoas.

 

Primeiro e único passo

A vontade é a força mais poderosa dos seres humanos. Ela funciona, tanto para o mal quanto para o bem. Pela força da vontade, Adolf Hitler quase dominou o mundo. Pela força da vontade, Cristo perpetuou os seus ensinamentos de bondade e solidariedade. A força da vontade é insuperável e é a base para todas as realizações. Portanto, a primeira e única coisa necessária para você parar de fumar é o desejo, a vontade de parar. Mas não estou falando de uma vontadezinha à toa, que dá e passa, que vem e vai embora. Falo de uma vontade inabalável, originada da convicção de que fumar é uma das coisas mais estúpidas que alguém pode fazer.

Todo mundo sabe que a primeira e única coisa necessária para a recuperação de um drogado é a vontade que o ele tenha de recuperar-se. É por isso que internar alguém contra a sua vontade numa clínica psiquiátrica para livrá-lo da cocaína, do crack ou do álcool dificilmente funciona. Porque, acima de tudo está a vontade da pessoa de continuar com o vício. Há casos em que pessoas internadas a pulso até largam o vício, mas, assim que saem da clínica voltam a usar a droga. Portanto, se você quer MESMO parar de fumar, se seu desejo vem lá de dentro do seu coração, você vai parar. Mas se esse seu querer é um querer mixuruca, puramente intelectual, teórico, vago e indeciso é a mesma coisa que não querer e você vai continuar fumando, dizendo que quer parar, mas, no fundo, mentindo para si mesmo e para os outros.

 

Não é nada fácil

Mas não pense que é fácil. Não pense que basta querer e pronto, o cigarro cai da sua mão. Não é assim. Eu fumei durante 40 anos e minha esposa durante 35. A vontade de parar é somente uma espécie de vestibular. Eu e ela tínhamos essa vontade, profundamente arraigada em nossas almas, mas, mesmo assim, continuávamos fumando. Acendíamos os cigarros, aspirávamos a fumaça sentindo-nos dois perfeitos idiotas ao fazer aquilo, mas… fazíamos. Conversávamos sobre como a nossa vontade era ainda fraca e sobre a estupidez do vício. Mas, acima de tudo, no fundo das nossas almas, pulsava a VONTADE DE PARAR, mesmo fumando, mesmo sem conseguir parar.

 

 

 

De repente

Um dia, de repente, não mais que de repente, eu peguei um cigarro para acender e desisti, coloquei de volta na carteira. Não sei como aconteceu, mas, desde aquele instante, nunca mais fumei. Às vezes, sentia vontade de acender um cigarro, mas era uma vontade fraca, relativamente fácil de vencer. Minha esposa, que ainda fumava, perguntou-me como eu consegui e eu respondia “É fácil, basta não fumar…” Dias depois, a mesma coisa aconteceu com ela, o cigarro caiu das suas mãos. Ela sofreu um pouco mais do que eu, mas a GRANDE VONTADE DE LARGAR superou a pequena vontade de fumar e ela parou.

Hoje

Hoje faz 4 anos que paramos de fumar. O cheiro da fumaça do cigarro é absolutamente insuportável para nós e somos capazes de senti-lo a dezenas de metros de distância. Somos capazes de identificar um fumante só dele se aproximar de nós, pelo cheiro acre e repugnante das suas roupas e do seu próprio corpo. Ver uma pessoa colocando aquele rolinho de papel cheio de fumo na boca, acendendo e ficar chupando e soprando a fumaça da boca, para nós é algo absolutamente ridículo e sem sentido, apesar de sabermos que nós mesmos já fizemos aquilo. Não sentimos mais a mínima vontade de fumar, pelo contrário, a lembrança do cigarro nos revolta o estômago e costumamos até comentar como fomos capazes de cometer tamanha estupidez durante tanto tempo das nossas vidas.

Nosso método foi, única e exclusivamente, a VONTADE DE PARAR. Não fizemos nenhum tratamento, não tomamos nenhum remédio, não procuramos nenhuma ajuda exterior a nós mesmos, não usamos nenhum adesivo anti-fumo, nada disso. Única e exclusivamente a VONTADE DE PARAR. E é evidente que se funcionou conosco, poderá funcionar com qualquer pessoa. Mas não esqueça: não é da noite para o dia, demora um pouco, mas você vencerá. Mas só se tiver realmente VONTADE E PERSEVERANÇA. Boa sorte!

CONTATO:

Sálvio & Nelma Pessoa
[email protected]

3 Respostas

  1. valder disse:

    E ISSO AI E FATO VERIDICO COMIGO FOI A MESMA COISA A MESMA HISTORIA BASTA QUERER TUDO NA VIDA E ASSIM PARA CONSEGUIR….HOJE JA FAZ 5 ANOS…

  2. Emilia disse:

    Já fiz tantas tentativas que já perdí a conta,,,,
    Mas vou tentar novamente querendo de verdade.
    O seu depoimento me encheu de esperança.
    Obigada e parabéns.

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.