O Alzheimer não é só genético, depende também da vida que levamos

post2

O Alzheimer costuma ser bastante associado a fatores genéticos. Porém, eles não são a única (e talvez nem mesmo a principal) causa da doença. Estudos estimam por exemplo que 50% dos pacientes que hoje convivem com o Alzheimer poderiam não ter desenvolvido o problema caso tivessem levado uma vida diferente.

É o que mostra o neurologista Fabiano Moulin em um vídeo divulgado pelo canal do Youtube da Casa do Saber. Fabiano é membro da Academia Brasileira de Neurologia e especialista em neurologia da cognição e do comportamento e explica como nossos hábitos interferem no desenvolvimento da doença.

Segundo ele, um dos principais responsáveis pelo Alzheimer é a maneira como nossa sociedade se organiza. O especialista lembra que coisas simples como realizar atividades físicas ou evitar comer carboidratos simples podem diminuir as chances de desenvolver Alzheimer em até 50%, enquanto aprender uma segunda língua retardaria o aparecimento da doença em cinco anos.

A Casa do Saber é um espaço que oferece cursos, palestras e oficinas enfocando diversas áreas do conhecimento em São Paulo e no Rio de Janeiro. Através de seu canal do Youtube, professores da casa fazem vídeos sobre temas que vão da depressão ao livre arbítrio e prometem ser uma ótima fonte de inspiração para suas ideias.

Fonte: Hypeness

Tags:

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.