Saiba mais sobre a Gripe

GRIPEAAA

A  14ª  edição da campanha do Ministério da Saúde de vacinação contra a gripe A – H1N1 está sendo realizada, desde o dia 5 de maio de 2012, através dos postos de saúde municipais, gratuitamente, das 8 às 17 horas, e se prolongará até o dia 25. A seguir, o “Você Sabia?” apresenta algumas informações que todos devem ter a respeito do assunto:

Gripe e resfriado são a mesma coisa?

 

 

 

 

 

 

 

 

A presidente Dilma Rousseff tomando a vacina, na campanha de 2011.

 

Não.  A gripe é causada pelo vírus da Influenza, provoca febre alta e dores pelo corpo que, frequentemente, deixam o indivíduo de cama. A recuperação completa demora até uma semana e o quadro pode se complicar com pneumonia e, em alguns casos, até levar a óbito. Já o resfriado é causado por outros tipos de vírus, tem sintomas parecidos com os da gripe, porém muito mais leves e com menor duração. Ele pode provocar tosse, dor de garganta, dor no corpo, coriza etc. Em 2011, foi registrada uma redução de 64% nas mortes provocadas pelo vírus Influenza H1N1. No total, 53 óbitos foram confirmados.

 

Como a gripe é transmitida?

A gripe é transmitida através das pequenas gotas de secreção expelidas pela tosse, por espirros ou mesmo pela simples conversa com alguém infectado. O vírus penetra no organismo através das vias respiratórias. No centro do vírus está o material genético que invade as células, atingindo o núcleo, onde se duplica. Os fragmentos duplicados se apoderam de parte da célula atacada, formando novos vírus, num processo que se repete milhares de vezes.

 

A vacina contra a gripe imuniza contra o resfriado?

Não. A vacina contra a gripe imuniza somente contra os surtos de gripe e não contra os resfriados. A vacina protege contra os três principais vírus de gripe que circulam no hemisfério Sul: a influenza tipo A (vírus H3N2-sazonal), o vírus H1N1 e a influenza tipo B – que causa problemas respiratórios graves, como pneumonia, e que podem levar à morte.

 

 

Medicamentos antigripais curam a gripe?

Não, os remédios antigripais não previnem nem curam a gripe ou os resfriados. Eles podem, em alguns casos, diminuir os sintomas; em outros, não causam nenhum efeito. É preciso cuidado com esse tipo de medicamento, pois eles podem mascarar sintomas importantes ou causar alergias e intoxicações. Saiba também que os antibióticos só são eficazes contra bactérias. Nos casos da gripe e do resfriado, estas doenças são causadas por vírus. Logo, nenhum antibiótico funciona contra elas. Aliás, praticamente, não existem remédios específicos contra a gripe ou os resfriados. A vitamina C, segundo pesquisas recentes, não tem o efeito que se supunha ter nesses casos. A terapia usual consiste mais em aliviar os sintomas e fortalecer o organismo, até que este supere naturalmente o problema.

 

 

 

 

 

 

A bactéria da pneumonia (esquerda) e o vírus da gripe A-H1N1 (direita) vistos ao microscópio.

Portanto, não adianta se entupir de remédios. Convém sempre consultar um médico antes de tomar qualquer um deles. O médico examinará você e fará perguntas, a fim de avaliar se você pode ou não usar algum remédio. Não adotar este procedimento pode levar a graves consequências. A dengue pode ser confundida com a gripe A e, neste caso, tomar o ácido acetilsalicílico (AAS, Aspirina, Melhoral etc.) ou o Paracetamol, por exemplo, pode piorar bastante o estado do paciente.


Quando a vacina começa a fazer efeito e quanto tempo dura a imunização?

Aproximadamente dentro de 15 dias após a vacinação, já começam a surgir os anticorpos que darão a proteção contra a gripe, sendo que a proteção máxima será atingida após cerca de 45 dias. Como o vírus da gripe sofre mutação a cada ano, o tempo de validade da vacina é de 1 ano.

 

 

 

Por que algumas pessoas, mesmo tomando a vacina, ficam doentes?

A vacina não protege contra outras infecções que também ocorrem no inverno e têm sintomas semelhantes aos da gripe. Cerca de 10% dos indivíduos vacinados podem contrair gripe, mas será sempre de uma forma mais leve.
 

 

 

Quem pode e quem deve ser vacinado?

 Todas as pessoas, após os 6 meses de idade, devem ser vacinadas; porém determinados grupos de risco, cujas complicações secundárias são mais comuns e mais graves, possuem preferência na vacinação. Por exemplo: Idosos a partir dos 60 anos, cardiopatas, indivíduos com problemas pulmonares, diabéticos, aidéticos, pacientes renais crônicos, gestantes a partir do 3º mês, profissionais de saúde, detentos e pessoas que têm contato com indivíduos de risco. Crianças que forem tomar a vacina pela primeira vez deverão tomar duas doses, com intervalo de 30 dias. Aquelas que já receberam uma ou duas doses da vacina, no ano passado, deverão tomar apenas uma dose este ano.

 

E quem não deve ser vacinado?

Quem tem alergia à proteína do ovo não deve tomar a vacina, porque a vacina é produzida a partir dos ovos de galinha. Isto acontece porque é necessária uma grande quantidade do vírus atenuado para a produção da vacina e descobriu-se que, quando o vírus é inoculado no ovo da galinha ocorre a sua multiplicação rápida. Assim, a vacina contém a proteína do ovo. Daí, o alerta para quem tem alergia a ovo não tomar a vacina, pois poderão ocorrer reações alérgicas.
Outro risco são pessoas com deficiência na produção de anticorpos, seja por problemas genéticos, imunodeficiência ou terapia imunossupressora. Tais pessoas devem consultar um médico.

 

Quando serão vacinadas crianças e jovens de 3 a 19 anos e as pessoas de 40 a 59 anos?

O objetivo da campanha de vacinação é diminuir o número de casos graves e óbitos em decorrência da Influenza A – H1N1. A população saudável das faixas etárias citadas não está incluída na campanha de vacinação por não terem grandes chances de desenvolver a forma grave da doença. Após a campanha, de acordo com a situação epidemiológica e com a disponibilidade da vacina, outros grupos poderão ser vacinados.

 

A vacina está disponível em clinicas particulares?

Qualquer pessoa pode ser vacinada em clínicas particulares. Mas existe uma escassez do produto no mercado, por causa da grande procura mundial e por causa do tempo que a vacina demora para ser produzida. Sugerimos, portanto, aos interessados, que entrem em contato com as clínicas particulares e perguntem se elas dispõem do produto. Nesses locais, a vacina é paga e pode ter grande variação de preço e pode custar de R$ 50,00 a R$ 119,00.

 

Quem está com a gripe comum pode tomar a vacina H1N1?

Quem faz parte de um dos grupos do calendário de vacinação, pode tomar a vacina. Não existe contraindicação para quem está resfriado ou gripado. Porém, em caso de agravamento desses quadros, recomenda-se uma consulta médica antes.

 

 

 

Para finalizar, por que a gripe suína é chamada pelos cientistas de “Influenza A – H1N1”?

A palavra influenza vem do Italiano e significa “influência” ou “influxo” . A letra A indica o tipo mais variável de vírus, com potencial de fazer adoecer o maior número de pessoas. Os vírus da gripe humana são classificados em A, B ou C, de acordo com esse critério. A letra H, de H1, é a inicial de hemoglutinina,  proteína localizada na superfície externa do vírus e utiliza para se fixar nas células humanas. O nome vem da aglutinação das células do sangue. A letra N, de N1, é a inicial de neuraminidase, proteína que quebra os açúcares da célula sob ataque, para liberar novos vírus. Para cada hemoglutinina no vírus, existe um determinado número de neuraminidases. Os números 1 significam que, nesse caso, a relação é de 1 para 1.

6 Respostas

  1. Claudia disse:

    sim… e ja tomei a vacina no sabado

  2. Herton disse:

    Qual o tempo de duração da Vacina ???
    Me vacinei em 2010, preciso me vacinar novamente ??

    Obrigado

  3. marcão disse:

    eles querem controlar voce atravez da vacina , veja os aviões na céu soltando quimica no ar fazendo varios riscos no céu ainda não percebeu…

  4. Gisele disse:

    Li a matéria e essa foi muito esclarecedora. Após a leitura resolvi tomar novamente pois imaginava que uma única dose dada na campanha da epdemia de 2010 fosse suficiente.
    Eu e minha filha tomamos hoje em uma clinica particular.A dela foi a primeira, pois eu tinha medo de dar em uma criança que já teve intolerância ao ovo. Mas a alergista autorizou. O Custo R$ 60,00 cada. Volto para falar se tivemos reações, pois a primeira vez eu não tive.

  5. benilda disse:

    a pessoa vacinada contra a gripe h1n1 pode transmitir o virus para uma pessoa que nao tomou a vacina?

  6. ELENA disse:

    EU AMEI

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.