Algoritmo de buscas: Pra que serve e o que muda com a nova atualização do Google

capa_google-post-colabo

A partir do próximo dia 21, o Google irá realizar mudanças no seu algoritmo principal na ferramenta de buscas, o que irá influenciar diretamente no ranqueamento das páginas. A mudança pretende dar mais visibilidade para sites mobile-friendly e inserir conteúdo relevante de aplicativos instalados entre os resultados de busca orgânica.

  • Para que serve?

A mudança no algoritmo foi motivada pelo crescente uso de smartphones para a realização de buscas no Google. Segundo a empresa, mais de 50% das buscas realizadas no site são feitas por meio de plataformas móveis, o que exige que as ferramentas se adequem melhor a esses canais de pesquisa, oferecendo resultados mais relevantes e responsivos.

Há especialistas em marketing digital que acreditam que com a alteração o Google entregue resultados melhores para pessoas que fazem as buscas usando aplicativos ou navegadores móveis, pois atualmente corre-se o risco de fazer uma busca e ao entrar em um dos conteúdos, ele estar alocado em um site estático, o que dificulta a leitura para o usuário.

Com isso, a mudança serve principalmente para oferecer mais facilidade ao usuário e entregar resultados mais relevantes para quem realiza pesquisas na ferramenta.

  • O que muda?

As principais mudanças serão nos resultados referentes a sites mobile-friendly e informações de aplicativos.

Mobile-Friendly: O algoritmo irá identificar quais sites são mobile-friendly ou mais responsivos para aparelhos móveis e esses sites terão mais destaque no ranqueamento de resultados orgânicos, independente da busca ser realizada em um smartphone ou em um computador desktop.

Segundo o Google essas mudanças vão afetar as buscas em todos os países e em todos os idiomas, sendo que diversas consultorias de marketing digital acreditam que essas alterações tenham mais impacto no ranking do buscador do que as anteriores, Panda e Penguin.

Aplicativos: A mudança também vai afetar os aplicativos. A partir do dia 21, quando um usuário fizer uma busca no Google e a ferramenta entender que há um app instalado no smartphone que possui um conteúdo relevante para a pesquisa, irá apresentar, entre os resultados orgânicos, o aplicativo.

Dessa forma, empresas que possuem aplicativos com informações e conteúdos instrutivos também serão apresentadas aos usuários como uma opção e saem na frente nas estratrégias de marketing digital empregadas.

Post Colaborativo por WSI Consultores

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.