Crendices populares: o que é mito e o que é verdade

capa_crendice

Desde crianças ouvimos sobre as crendices populares que nos é passada por mães, avós e bisavós. Algumas são até bizarras e nos fez sentir medo toda a infância. O que é realmente verdade? E o que é mentira, ou seja, mito?
Alguns especialistas fizeram esclarecimentos que de agora em diante vão sanar suas dúvidas. Preste atenção:

  • 1 – Queimadura por água viva: urina alivia a dor?

Mito! Inclusive recomenda-se não fazê-lo, ainda que algumas pessoas pensem que a ureia da urina ajude a eliminar os cistos, não temos o teor de acidez necessário para realmente aliviar a dor. O correto é lavar o local da queimadura com água salgada do mar mesmo ou ainda colocar vinagre sobre o local. E sempre procurar um médico caso a dor aumente.

  • 2 – Caiu no chão? Até cinco segundos está limpinho de novo.

Outro… Mito! Não é verdade que as bactérias demoram cinco segundos para “subir” no alimento. Elas já se encontram no local da queda e no momento que a sua comida tocar no chão, imediatamente estará contaminada!
Vale lembrar que não lavar as mãos ao comer pode trazer muito mais bactérias do que a comida que caiu no chão. Então, fique atento!

  • 3 – Chicletes realmente ficam no estômago por até sete anos?

Realmente, o chiclete fica no seu estômago sim. Só que não por sete anos! No máximo, por alguns dias!
O nosso corpo tem o poder de destruir os componentes essênciais do chiclete: aromatizantes, adoçantes e amaciantes. Ou seja, uma vez engolido, o chiclete tem o mesmo destino de qualquer alimento: é expelido naturalmente nas fezes.

  • 4 – Comer e entrar na piscina? Pode ou não?

Quem nunca ouviu a mãe dizer que comer e entrar na piscina ou no mar dava congestão? E ela tem razão!
No momento da digestão, nossa circulação sanguínea do aparelho digestivo é mais intensa. Se fizermos esforços físicos, o sangue que deveria estar cumprindo sua função digestiva vai para o tecido epitelial para manter o nosso corpo aquecido. Assim, ele se desvia para outras partes do corpo, comprometendo a nossa digestão e nos expondo ao perigo da congestão. Então, nada de correr, nadar ou até mesmo fazer sexo!

  • 5 – Comer manga com leite faz mal?

Não, de jeito nenhum! Você sabia como começou este mito?
Começou na época da escravidão: naquela época o leite era um alimento caríssimo! Para que os escravos consumissem o leite e muito menos comessem as mangas da propriedade, os senhores de engenho inventaram este mito que muitas pessoas acreditam até hoje
Então, fique tranquilo! Manga com leite não causa indigestão e nem faz mal.

  • 6 – Podemos mascar chiclete em vez de escovar os dentes?

Não, de jeito nenhum! O chiclete com açúcar aumenta o risco de cáries. Os que não contêm açúcar até ajudam a prevenir as cáries, no entanto, jamais substituirão a escovação dos dentes.
Segundo a dentista Andréia Verri “se o adoçante for de xilitol é melhor ainda. Há estudos que comprovam que ele extermina as bactérias causadoras da doença cárie (para a ação “limpante” deve-se continuar mascando em torno de 40min depois que ele perde o adocicado)”, esclarece.
Mas a dentista ressalta que o ideal é substituir o chiclete por uma maçã, mas que nunca devemos deixar de escovar os dentes.

  • 5 – Beber água gelada em jejum emagrece?

Mito. De acordo com a endocrinologista Betina Feijó Pereira “O que nos faz perder peso, é a quantidade de calorias ingeridas e a prática de atividades físicas para que ocorra o emagrecimento. Isso é um mito”, garante.
Mas não devemos esquecer de que a água é maravilhosa para qualquer ser humano. Ela hidrata o corpo, auxilia no funcionamento do intestino e melhora a pele.

  • 6 – Coca-Cola na pele bronzeia?

Além de ser um mito, é muito perigoso! A Coca-Cola pode causar queimaduras horríveis à sua pele!
De acordo com a dermatologista Carolina Feijó “Essas substancias ainda podem facilitar as queimaduras. Sem contar que tantas outras substâncias, como o figo, por exemplo, ainda podem dar uma reação catastrófica em contato com o sol provocando uma reação química tal que pode até mesmo ser letal. Já tivemos vítimas em decorrência dessas experiências”, explica.
Só devemos utilizar produtos com filtro solar e com indicações dermatológicas. Cuidar bem da nossa pele é fundamental, não só pela estética, mas principalmente pela nossa saúde!

  • 7- Devemos seguir o calendário para cortar os cabelos?

Para o cabeleireiro Kawasaky Maciesky do salão de beleza Mise en Plis, trata-se de um mito, mas tudo depende da cultura de cada povo.
Há quem acredite que na lua nova ocorre a renovação e nascimento de novos fios. Na crescente, os cabelos crescem mais rápidos. Na cheia, o volume do cabelo é aumentado. E na Minguante, o crescimento é lento e desacelerado. Independente da cultura, sabemos que o ideal é sempre cortas as pontinhas dos cabelos de 3 em 3 meses, evitando, deste jeito, que se formem pontas duplas e haja quebra dos fios.

Fonte: Site Hagah

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.