A Origem do Leão do Imposto de Renda

A-Origem-do-Leão-do-Imposto-de-Renda

No final de 1979, a Secretaria da Receita Federal encomendou uma campanha publicitária para divulgar o Programa Imposto de Renda. Após análise das propostas, foi imaginado o leão como símbolo da ação fiscalizadora da Receita Federal e em especial do imposto de renda. De início, a idéia teve reações diversas, mas, mesmo assim, a campanha foi lançada.
A escolha do leão levou em consideração algumas de suas características:
1) É o rei dos animais mas não ataca sem avisar;
2) É justo;
3) É leal;
4) É manso, mas não é bobo.
A campanha resultou numa identificação pela opinião pública do leão com a Receita Federal e em especial com o imposto de renda. Embora hoje em dia a Receita Federal não use a figura do leão, a imagem do símbolo ficou guardada na mídia e na mente dos contribuintes.

8 Respostas

  1. marta disse:

    Valeu! Embora pareça simples curiosidade, informações como esta nos ajudam a entender as sociedades, pois é uma criação cultural. Parabéns!

  2. Esqueceram de dizer que é bastante faminto. No mais, muito interessante.

  3. João Barbosa Pereira disse:

    Não acho o leão interessante como símbolo da Receita Federal, pois é um animal que nada produz. Vive do esforço dos outros e é faminto demais.

  4. Paulo Afonso Viana disse:

    ERA ÉPOCA DA DITADURA CARA! Não houve identificação da oponião pública seu cucaracha. A população tinha medo da ditadura e de seus instrumentos de opressão: Forças Armadas e Ministério da fazenda. Sairam as forças armadas mas os sucessores ficaram com o terror do Minisatério da Fazenda – o LEÃO. País que nunca amanhece.Credo!!! Vejam o orientemédio.

  5. Pedro disse:

    Primeiro: erraram feio desde o início, a Campanha publicitária não levou em conta que o Leão não é um animal que vive no Brasil.
    Segundo: Deveriam escolher um anímal bem brasileiro como a sanguessuga… É um parasita que vive do sangue dos outros… é a cara do governo brasileiro e suas tributações, os altos salários sem produzirem um prego, o recolhimento da grana do assalariado (este é que paga imposto de renda pessoa física na verdade)
    Poderiam também colocar a cara de um chupa cabra…

  6. José Victor disse:

    Pedro,
    Por favor utilizar o linguajar mais sofisticado. É por causa de gente como você que o Brasil não vai para frente.
    Muito grato.

  7. Anderson disse:

    O leão não é manso, não é leal, ataca na surdina e não é justo.

    É um animal extremamente territorialista, agressivo, ataca o entes do próprio bando ou o criador de maneira imprevisível sem que haja motivo, não faz alarde para caçar as suas presas e opta por presas deficientes e/ou as mais fracas do bando.

    A justificativa para a imagem do leão, eu diria, é 100% falha.

  8. Hector disse:

    Meio furada a explicação. Desde os anos 50 se falava em contratos leoninos quando beneficiavam uma das partes e os impostos eram chamados de “parte do leão” (nome dado também à participação dos lucros dadas à máfia e também aos fiscais e policiais corruptos). O leão foi, na verdade, uma crítica disfarçada.

Deixe um Comentário

Proudly designed by Clickmidia.